Parker Brasil

Veja como funciona um regulador de pressão

Veja como funciona um regulador de pressão - Secção de um regulador de pressão com escape - Parker Brasil - AutomaçãoO ar comprimido entra por (P) e pode sair por (P’) apenas se a válvula de assento estiver aberta. A secção de passagem regulável está situada abaixo da válvula de assento (C). Girando totalmente a manopla (D) no sentido anti-horário (mola sem compressão), o conjunto da válvula de assento (C) estará fechado.

Girando a manopla no sentido horário, aplica-se uma carga numa mola calibrada de regulagem (A), fazendo com que o diafragma (B) e a válvula de assento (C) se desloquem para baixo, permitindo a passagem do fluxo de ar comprimido para a utilização (H). A pressão sobre o diafragma (B) está balanceada através do orifício de equilíbrio (G) quando o regulador está em operação. A pressão secundária, ao exceder a pressão regulada, causará, por meio do orifício (G), ao diafragma (B), um movimento ascendente contra a mola de regulagem (A), abrindo o orifício de sangria (F) contido no diafragma.

O excesso de ar é lançado para a atmosfera através do orifício (E) presente na tampa do regulador (somente para reguladores com sangria). Portanto, uma saída de pressão pré-regulada é um processo de abre-fecha da válvula de assento (C), que poderia causar certa vibração. Isto é evitado porque certos reguladores são equipados com um sistema de amortecimento (I) por mola ou ar comprimido. Por sua vez o dispositivo autocompensador (CI) permite montar o regulador em qualquer posição, e confere ao equipamento um pequeno tempo de resposta.

A pressão de saída é alterada pela atuação da manopla (D), não importa se para decréscimo – quando a pressão secundária regulada é maior, o ar excedente desta regulagem é automaticamente expulso para o exterior através do orifício (F), até que a pressão desejada seja atingida – ou acréscimo. Neste caso, o aumento da pressão se processa normalmente, atuando-se a manopla (D) e comprimindo-se a mola (A) da forma já mencionada, onde através de um manômetro (J) registram-se as pressões secundárias reguladas.

Para mais informações sobre a linha pneumática da Parker, clique aqui.

Para mais informações, ligue 0800 727-5374 ou acesse o website da Parker.

Leia mais artigos:

Mais compactos, mais fortes e (muito) mais eficientes

Unidades portáteis de pressurização trazem a solução completa

Bancadas didáticas contribuem para a formação dos profissionais do futuro

Categorias
Postagens Recentes do Autor

Quatro vezes mais duráveis

Quanto tempo uma mangueira instalada em sistemas hidráulicos pode durar?  A melhor resposta para esta pergunta é “depende da severidade do uso”, ou seja, das condições de trabalho da aplicação. Uma...

Tecnologia para produtores de cerveja

Ao longo dos anos, aconteceram muitas mudanças no processo de produção da cerveja e nas preferências do consumidor. Com a diversificação de variedades e o consequente incremento do custo da produção,...

Aprenda a combater a contaminação nos sistemas hidráulicos

Todos os fluidos hidráulicos têm uma determinada quantidade de contaminantes. Estima-se que cerca de 80% das falhas nos sistemas hidráulicos sejam causadas por essas partículas, ocasionando perdas de...
Comentários

Você tem alguma dúvida sobre os produtos ou serviços da Parker?
Nós podemos ajudar: entre em contato conosco!

Note to Veja como funciona um regulador de pressão

Deixe um comentário





Captcha